Transtorno de Leitura ou Dislexia


Rendimento em leitura, velocidade ou compreensão de leitura substancialmente inferior ao esperado, considerando-se:


- QI médio ou acima da média

- Escolaridade própria da idade do indivíduo


Leitura oral caracterizada por:

- Distorções

- Substituições

- Omissões


Tanto a leitura em voz alta quanto a silenciosa caracterizam-se por lentidão e erros de compreensão.


Em geral a Dislexia é encontrada em combinação com quadro de Disortografia e/ou Discalculia, mas pode ocorrer isoladamente.


Prevalência

- Predomínio do sexo masculino: 60 à 80%.

- 4% crianças em idade escolar. (USA)

Evolução do Transtorno de Leitura
- Incapacidade para distinguir letras comuns.
- Dificuldade para associar os fonemas aos grafemas.

Diagnóstico

- Fim da Educação Infantil e 2º ano do Ensino Fundamental.

- Sinais sugestivos, em faixa etária menor, classificam o paciente como em "situação de risco" para o desenvolvimento da Dislexia.
- Quanto mais precoce, melhor o prognóstico.
- Idade Adulta – também é feito o diagnóstico e tratamento.