Transtorno de Matemática ou Discalculia


Consiste em uma capacidade para a realização de operações aritméticas acentuadamente abaixo do esperado, considerando-se:

- Qi médio ou acima da média
- Escolaridade própria da idade do indivíduo

Habilidades que podem estar comprometidas:
- Linguísticas: compreender ou nomear termos, operações ou conceitos matemáticos e transporproblemas escritos para símbolos matemáticos;
- Perceptivas: reconhecer ou ler símbolos numéricos ou aritméticos e agrupar objetos em conjuntos;
- Atentivas: copiar corretamente números ou cifras, lembrar de somar os números “levados” e observar os sinais dos operações;
- Matemáticas: seguir etapas matemáticas, contar objetos e aprender as tabuadas.

Em geral a Discalculia é encontrada em combinação com quadro de Dislexia e /ou Disortografia, mas pode ocorrer isoladamente.

Prevalência:
Estima-se em torno de 1% das crianças em Idade Escolar. (EUA)
- Porcentagem não definida pelo DSM IV.

Curso/Evolução:
- Dificuldade na faculdade de cálculo: responsável pelo entendimento de conceitos relacionados a número, formas e dimensões.
- Dificuldade na faculdade de medida: capacita o julgamento de proporções e espaço.
- Para o funcionamento mental apropriado essas faculdades deveriam coexistir de forma balanceada.

Diagnóstico:
- Apesar dos sintomas (confusão para conceitos numéricos ou incapacidade de contar corretamente)poderem aparecer já na Educação Infantil, o diagnóstico normalmente é feito apenas após o final do 2º ano - antes não ocorreu suficiente instrução formal em matemática.
- Quando associada a alto QI, a Discalculia pode aparecer tardiamente, uma vez que a criança pode sercapaz de funcionar quase no mesmo nível de seus colegas.
- Uma criança que resolve questões matemáticas com estratégicas próprias (diferentes das ensinadas em aula), mas que chega aos resultados corretos, não tem Discalculia.